segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Laços de família.


Há alturas em que não nos podemos ver à frente. Há outras em que quase nos matamos por causa de discussões estúpidas que vamos esquecer uns minutos depois. Em que gozamos uns com os outros até à exaustão. Situações em que usamos o facto de nos conhecermos tão bem para conseguirmos que façam as nossas vontades.
E depois há aquelas alturas em que se um está mal, todos estamos mal. Porque no fundo estamos todos juntos e ninguém consegue estar bem se houver algum de nós que não o está. O problema de um passa a ser problema de todos. No fundo a família é mesmo isso, é sermos todos diferentes, andarmos todos a ritmos diferentes e com vidas opostas, conseguirmos-nos adorar e odiar numa questão de segundos, mas esquecer qualquer parvoíce e estarmos sempre juntos nos momentos que importam. É fazer tudo uns pelos outros, porque somos todos parte do mesmo. Somos uma família, para o bem ou para o mal. 
Por isso nenhum de nós vai estar bem enquanto tu não estiveres bem. E todos vamos estar bem, quando tu voltares a estar bem. 
Força T. :) 


1 comentário:

  1. Temos a ideia errada de que a família vizinha é melhor do que a nossa... mas sabemos que não é exactamente assim!!!

    ResponderEliminar