segunda-feira, 26 de março de 2012

Incoerências do mundo lá para fora.

Uma pessoa que recebe o Prémio Nobel da Paz, vir a público defender que a Libéria deveria ter leis a condenar a homossexualidade.

(Mais uma vez, sim, só soube disto agora. Eu demoro sempre um bocado mais a saber as coisas do que o resto do mundo.) 

1 comentário:

  1. Desconhecia esta alarvidade. Ou o homem quem lhe atribuiu o prémio desconhecia-lhe esta faceta.

    ResponderEliminar