quinta-feira, 3 de maio de 2012

É por estas que funcionamos tão bem juntos.

Eu: Acho que quero um gato. 
Ele: Não queres nada. 
Eu: Como é que sabes o que eu quero? Quero um gato, sim. 
Ele: Não, não queres. Só queres ter alguma coisa a que possas pôr o nome de "Artur". 

Confesso, é verdade. 
É triste que ele já conheça essas facetas idiotas da minha mente. 

2 comentários:

  1. ahaha, Artur! hum, confesso que não gosto do nome. Mas seria muito engraçado ouvir/saber de alguém que chame um bicho de Artur! =P

    ResponderEliminar
  2. Artur é um nome é original. Tenho uma gata chamada Adolfa e um gato Obama.

    ResponderEliminar