domingo, 3 de fevereiro de 2013

Afinal, já sei o que quero ser quando for grande.

Quero ser um gato doméstico. 

E ter uma vida como a das minhas sobrinhas. Passar o dia a comer, dormir, brincar e arranhar sofás.
E ter como único dilema de vida decidir se a seguir vou dormir na cama, no sofá, na cadeira ou em frente ao aquecedor.

Ah, vida difícil!

5 comentários:

  1. Mas até para ser gato é preciso ter sorte... ainda bem que referiste o "doméstico" ;)

    ResponderEliminar
  2. Olha, na próxima encarnação quero ser um gato :)

    ResponderEliminar
  3. o meu irmão é que diz sempre que adoraria ter vida de gato ahah

    ResponderEliminar
  4. Ai como eu queria essa vida, essa ou a de cão porque normalmente os cães são mais mimalhos :b

    ResponderEliminar