quinta-feira, 7 de março de 2013

Pessoas de quem eu não consigo gostar.

Vegetarianos. 
Ou melhor, vegetarianos que acham que a missão de vida deles é tornar toda a gente como eles.

Não, não tenho nada contra quem não come carne ou peixe, seja por gosto ou por opção.
Vivemos num mundo em que cada um é livre de comer o que bem entender. Se querem comer bolotas o dia todo, força! Se querem enfardar-se em bifes de vitela e batatas fritas todos os dias e ter uma trombose aos 25 anos, meus amigos, vão frente. Mi casa es su casa.

O que eu não suporto são os vegetarianos que nos olham de lado de cada vez que comemos um bife, como se estivéssemos a matar cãozinhos bebés à frente deles.
Eu sou uma pessoa que gosta de comida. Aliás, eu sou uma pessoa que ADORA comida (e bebida também, mas isso já é outra história). Gosto de fazer, de comer, de experimentar, de repetir aquilo que gosto e não acho que haja muita gente que tenha tanto amor a jantares caseiros entre amigos e umas idas a restaurantes como eu.

Por isso, da mesma forma que respeito as opções alimentares de quem quer que seja, mesmo que secretamente as critique, fico pior que estragada quando me vêm com a conversa do vegetarianismo para cima. Se querem comer saladas todo o santo dia, óptimo para vocês. Eu gosto demais de um bom bife, ou de um peixe grelhado para vos prestar atenção. Isso não quer dizer que não goste das refeições vegetarianas, porque gosto bastante, eu não sou uma pessoa esquisita, mas não me imagino a fazer uma alimentação exclusiva dessa forma.

Além de que está mais do que provado (Sim, está! Não me contrariem gente!) que por muito tofu ou seitan que comam, não existe ainda nada que substitua completamente as proteínas da carne. É a lei da vida minha gente. Não tentem contrariar a nossa biologia.

Se vocês querem adoptar a filosofia do Go Green, muito bem. Vão em frente. Eu juro que aprecio a vossa força de vontade, até porque eu não a tenho.
Agora, não olhem para mim como se eu fosse uma assassina de focas e golfinhos de cada vez que como um bitoque.
Porque vou continuar a comê-los e a ter orgasmos gastronómicos de cada vez que os comer. Temos pena!

4 comentários:

  1. Agradeço que me respeitem, boa tarde e obrigado.

    E sim, adoro bifes, lamento! :)

    ResponderEliminar
  2. nada a ver, mas ontem disseram-me assim «a menina é celíaca, isso é dos vegetarianos, né?» --'

    ResponderEliminar
  3. Ora, isso bem que podia ter sido escrito por mim! :p

    ResponderEliminar
  4. Orgasmos gastronómicos - finalmente alguém que usa estar terminologia, tal como eu. Comer é algo único, de facto ;)

    ResponderEliminar